Revista Máxima: Janelas para o Natal

Revista Máxima


Window shopping. A expressão ganha uma nova definição com o projeto WindowsWear. Num só site estão reunidas as melhores montras de lojas de moda de todo o mundo e respetivos produtos para compra. Ora veja!


Talvez Audrey Hepburn tenha lançado a tendência quando tomava o pequeno-almoço em frente às montras da Tiffany da 5.ª Avenida de Nova Iorque, no filme Breakfast at Tiffany’s. Mas parece que hoje ver as montras deixou de ser apenas um passeio e tornou-se mesmo uma nova forma de fazer compras. O projeto WindowsWear, criado em 2012, é a prova disso mesmo e o seu fundador e CEO, Jon Harari, explica-nos que “consiste em aliar merchandising visual a uma nova experiência de comprar online via WindowsWear.com. Possuímos mais de 5,5 milhões de produtos no nosso site e temos ligações a grandes designers, exibindo e tornando compráveis montras de Bergdorf Goodman, Gucci, Tory Burch, Burberry, entre tantas outras”.



Nova Iorque, Los Angeles, Paris, Londres, Milão, Barcelona, Tóquio, Hong Kong e Cidade do México são as cidades envolvidas neste projeto e, segundo Jon Harari, “todas respondem muito bem. Temos fotógrafos e ao fim de cada mês somamos mais de 2000 fotografias de montras dessas cidades”. Cada imagem é complementada por sugestões de produtos (roupa e acessórios) iguais ou semelhantes aos que estão na montra. Mas há mais. Harari conta-nos que o WindowsWear PRO é um vasto banco de dados (conta com mais de 35 mil montras internacionais de mais de 600 marcas) utilizado não só por grandes lojas como também por universidades, como a Parsons e FIT. E como Nova Iorque é uma capital de moda e também turística, o WindowsWear juntou os dois mundos e criou tours por algumas das montras mais emblemáticas da cidade. Já era possível comprar as últimas tendências de moda da estação sem sair de casa e, agora, também podemos ver as montras que iluminam as ruas mais famosas do mundo.

DISCURSO DIRETO

JON HARARI, CEO da WindowsWear, fala-nos do projeto.

Como surgiu o projeto WindowsWear e em que consiste?

A WindowsWear é uma empresa lan - çada em 2012. Foi inspirada pelos milhares de pessoas que projetam as montras e pelas novas tecnologias digitais, de forma a tornar possível que milhões de pessoas pudessem ter a experiência de ver (e até com prar) montras de formas inovadoras. Assim como as Fashion Weeks mostram ao mundo os estilistas, a WindowsWear mostra as montras mundiais.

Podemos dizer que este projeto redefiniu a expressão “window shopping”?

Definitivamente. Dando tanta atenção às montras e tornando-as tão acessíveis, começa-se a perceber uma mudança na forma como as pessoas veem esta forma de merchandising. Tornar as montras acessíveis a todos por meio da tecnologia é um grande objetivo nosso e com certeza tem elevado o “window shopping” a outro nível.

O que é que, na sua opinião, torna uma montra um sucesso?

Acreditamos que as montras são importantes para mostrar ao cliente o ADN da marca, chamar a atenção e despertar o interesse, além de conseguir criar um contacto emocional com esse cliente. E as montras que têm mais sucesso são as que conseguem fazer isso de forma consistente.

O que acha que torna a tradição das montras de Natal dos grandes armazéns tão mágica?

Definitivamente, o esforço e o cuidado impecável que são colocados em cada uma dessas montras todo o ano. Algumas delas têm os seus projetos iniciados logo em aneiro. Nova Iorque tornou-se famosa por todas essas montras e recebe milhares de turistas todo o ano muito interessados em ver cada uma delas.

http://www.maxima.xl.pt/